“O bom livro infantil é aquele que é bom também para crianças”…. Pensando no desafio de escrever sobre ciência para as crianças, uma reflexão frequente da equipe Minas Faz Ciência, convidamos para nossa reunião de trabalho o escritor e jornalista Leo Cunha. Ele nos presenteou com uma tarde de aprendizado sobre conversas literárias e textuais com as crianças.

Essa história do bom livro infantil, que comecei o texto, é pensamento do Leo. Ele diz isso baseado na experiência de quem já publicou 60 livros infantis, todos eles pensados para agradar, também, o paladar de adultos.

Autor premiado nacionalmente, Leo consegue comunicar com a criançada de forma sensível e bem humorada. O autor nos fez refletir o texto, em suas essências e figurações, por meio de dicas de linguagem.

Como e o que fazer?

Pensamos em simplificar as metáforas com palavras que compõem o cotidiano das crianças ou que materializam a comparação que se deseja fazer. Leo nos contou sobre o processo produtivo do livro Um dia, um Riojá citado aqui em nosso site.

Na obra, o autor destacou duas figuras de linguagem que funcionaram bem para as crianças. Uma delas é o Rio como narrador da história, o fio que conduz o livro inteiro. Outro exemplo é a descrição poética, porém concreta em: “O Rio é a cama da canoa”.

Leo nos ensinou a materializar nos textos alguns sentidos das crianças em imagens/objetos/realidades que fazem parte do cotidiano delas.

Difícil fazer isso na divulgação científica, não é? Mas quem disse que seria fácil…

…Continuamos no desafio de escrever para o público infantil pensando também em “se o adulto achar um texto bobo, a criança também o achará”, conforme refletiu Leo Cunha.

Entendemos que as crianças querem ler humor, jogo de palavras e exageros inesperados. Tudo isso numa narrativa que lhes faça sentido e ajude a entender o mundo.

Mais e mais presentes

Leo Cunha ainda nos presenteou com a leitura de outros livros dele. É claro que não vamos contar todos os detalhes aqui, porque guardamos alguns desses registros para compartilhar com nossos leitores em breve. Além disso, ele contou tudo sobre a 3ª edição do Salão do Livro Infantil e Juvenil de Minas Gerais, que já virou matéria do Minas Faz Ciência Infantil. Confere lá!