No livro O filtro invisível: o que a internet está escondendo de você, Eli Pariser, ativista digital estadunidense, convida os leitores a pensar sobre o papel de um dos principais buscadores de informação na internet, o Google.

Ao partir do pressuposto de que a maioria das pessoas acredita que os resultados apresentados na busca representam, com imparcialidade, o que vem sendo discutido e/ou produzido sobre determinado tema, o autor refuta a pretensa neutralidade da rede.

Ao retomar a história da construção do Google e, também, do Facebook – principalmente, no que se refere à configuração dos mecanismos de busca e à indicação de preferências –, Pariser apresenta a principal tendência na internet e em outros sistemas: a personalização dos serviços, baseada nos perfis dos usuários.

Tendo por base nossos interesses e escolhas, o referido “filtro invisível” passa a nos oferecer apenas aquilo com que concordamos ou nutrimos pensamento afim.

O autor procura demonstrar a ausência de neutralidade no processo de busca, e, consequentemente, nas informações obtidas. O que, inicialmente, pode soar como eficiência, por oferecer aos indivíduos repostas rápidas às expectativas, acaba por nos encerrar em um universo onde não há espaço para o diferente e onde as informações pessoais servem, apenas, como incentivo ao consumo.

Leia um trecho:

Agora que o Google está personalizado para todos, a pesquisa ‘células-tronco’ pode gerar resultados diametralmente opostos para cientistas favoráveis à pesquisa com células-tronco e para ativistas opostos a ela. ‘Provas da mudança climática’ pode gerar resultados diferentes para um ambientalista e para um executivo de companhia petrolífera. Segundo pesquisas, a ampla maioria das pessoas imagina que os mecanismos de busca sejam imparciais. Mas essa percepção talvez se deva ao fato de que esses mecanismos são cada vez mais parciais, adequando-se à visão de mundo de cada um. Cada vez mais, o monitor do nosso computador é uma espécie de espelho que reflete nossos próprios interesses, baseando-se na análise de nosso cliques feita por observadores algorítmicos.

Ficha técnica:

Livro: O filtro Invisível: o que a internet está escondendo de você
Autor: Eli Pariser
Editora: Zahar
Ano: 2012
Páginas: 252