A Cemig desenvolveu uma rede experimental sinérgica inédita com capacidade de transmissão de energia elétrica e comunicação de dados em banda larga.

O sistema usa cabos condutores especiais integrados, que trazem fibras óticas em seu núcleo. Por meio de um projeto piloto, a rede já está funcionando em escala real na UniverCemig, em Sete Lagoas.

A iniciativa é uma parceria com o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPqD). Tem apoio da CemigTelecom e da indústria nacional especializada (Furukawa, Balestro e Workeletro).

O projeto foi financiado pelo programa de P&D Aneel e Fapemig e teve investimentos de R$ 2 milhões.

“A rede sinérgica já tem uma configuração muito próxima da solução industrial desejada. A etapa final será padronizar nas áreas de engenharia, planejamento, projeto e construção de redes da Cemig”. Carlos Alexandre Meireles Nascimento, engenheiro de tecnologia e normalização da Cemig e um dos desenvolvedores da tecnologia.

Menos cabos, mais benefícios

A intenção do projeto é diminuir a quantidade de cabos de comunicação de dados nos postes da distribuidora. De acordo com Carlos Alexandre Nascimento, são inúmeros os benefícios para a sociedade, como diminuição da poluição visual e mais segurança para os consumidores.

Outra vantagem será o aumento da segurança operacional junto aos clientes. Qualquer defeito na rede será detectado e localizado à distância e de maneira rápida.

Para o CPqD, esse é um projeto importante pelo caráter inovador e também por ter envolvido os vários interessados no desenvolvimento dessa nova tecnologia.

“O conceito de redes sinérgicas é uma inovação que atende a uma necessidade de mercado e conta com a união de esforços de pesquisadores e da indústria nacional”, enfatiza Claudio Antonio Hortencio, pesquisador do CPqD que participou do projeto.

Reprodução CPqD

O que são redes sinérgicas?

O conceito de rede sinérgica é derivado do significado da palavra “sinergia”.

Trata-se da associação de vários dispositivos executores de determinadas funções que contribuem para uma ação coordenada.

A ideia das redes sinérgicas surgiu a partir da experiência da Cemig com smart grid (redes inteligentes).

A fibra ótica é o melhor meio de transmissão de dados em banda larga e atende requisitos de comunicação das futuras redes de distribuição de energia da companhia.