A matemática da música

[soundcloud url=”https://api.soundcloud.com/tracks/323413906″ params=”color=ff5500&auto_play=false&hide_related=false&show_comments=true&show_user=true&show_reposts=false” width=”100%” height=”166″ iframe=”true” /]

É comum que músicos recorram aos números e a medidas quantitativas para estudar sua própria arte. A matemática está presente no compasso, na estruturação de conjuntos de acordes, na afinação e nas escalas musicais. O mestre em música pela UFMG Alfredo Ribeiro participou esta semana do Pint of Science 2017, e discutiu as relações entre música e a ciência dos números com o matemático e professor do CEFET-MG Gilmer Jacinto Pires.

Grandes interpretações

Alfredo Ribeiro, que é contrabaixista e compositor, foi além das emoções e da subjetividade da música e analisou aspectos quantitativos de grandes interpretações. O objetivo era produzir um material que, além de descrever de forma gráfica as interpretações, pudesse gerar comparação e material de estudo para músicos intérpretes. Hoje, o pesquisador analisa a interação dos dados produzidos com a performance em palco do artista.

Saiba mais sobre possíveis relações entre a música e a matemática neste Ondas da Ciência!

Compartilhe nas redes sociais
0Shares
Tags: , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *