Por que tomamos decisões morais

É isso que o novo teste publicado no site LabUK, do portal de notícias da BBC, de Londres, quer saber. Aliás, o LabUK é um site que oferece aos centenas de milhares de usuários do portal da BBC a “possibilidade de participar de um experimento científico de verdade”.

Um obstáculo para muita de gente, porém, é o fato de estar apenas em inglês. O outro problema é o tempo para responder a todas as perguntas. No caso de “Teste sua Moralidade”, coordenado pelos professores Robert Aunger e Valerie Curtis, da London School of Hygiene and Tropical Medicine, é necessário dispor de um quarto de hora.

Para incentivar a participação alhures e sem fronteiras, o site destaca que ‘de quebra’ você pode “descobrir alguma coisa que nunca soube sobre si mesmo, ao mesmo tempo” que contribui com uma pesquisa, de verdade. Se você acha isso tentador, é bom saber que no mesmo site é possível participar também de outras pesquisas, sobre o estresse ou a capacidade individual de correr riscos, entre outros.

O Teste e a moralidade atual
Constantemente somos confrontados com escolhas morais. Em menor ou maior escala, as sociedades têm de lidar com novas questões de moral o tempo todo. A tecnologia também acaba tendo impacto sobre o nosso sagrado livre arbítrio.

Ao ampliar as fronteiras do possível ela aumenta a possibilidade de novos problemas e imprevistos, que vão de clonagem humana a cyber-bullying, passando por biotecnologia, diagnósticos médicos, o comércio de batata chips transgênica ou de produtos piratas, entre centenas de outros dilemas. Diariamente.

Apesar de sua proximidade ainda não compreendemos as fontes de nossos próprios sentimentos morais frente a questões “escandalosas”, fenômeno chamado “perplexidade moral”. Por exemplo, quando a gente lê uma notícia sobre um adulto preso por ter relações sexuais com um animal ou criança, achamos o ato repugnante. Mas, podemos ter dificuldades para explicar o porquê. Quase como o personagem Chicó, de Ariano Suassuna: “Só sei que foi assim!”

O site da BBC
O novo estudo em parceria com a LabUK testa uma nova teoria de pesquisa (que leva em conta a expectativa de punição se não fizermos a coisa certa e a nossa necessidade de realizar corretamente nossos papéis dentro de um “superorganismo”).

Um grande número de perguntas são feitas em diferentes cenários, sobre diversas atividades, inclusive algumas chocantes. “Cada um de nós desempenha uma variedade de papéis na sociedade, da qual somos parte”, justifica a matéria da BBC.

Desenvolvido em Flash, na internet, este “super” Survey (um método estatístico de coleta de informações diretamente das pessoas), também permite comparar respostas. Ao final do experimento é possível inclusive receber feedback detalhado e personalizado sobre sua pontuação. E é desta forma, segundo a BBC, que se pode descobrir um pouco mais dos nossos traços morais.

Para conhecer ou participar: Test your Morality

Compartilhe nas redes sociais
0Shares
Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *