Será nesta quarta-feira, 28, no campus Pampulha da UFMG, a Conferência Livre em Defesa da Universidade Pública e da Democracia.

O encontro reúne especialistas e representantes de entidades no campo da educação, para debater sobre os desafios da educação superior. Abordará também o papel estratégico da universidade no desenvolvimento brasileiro e na garantia da soberania nacional.

Além disso, serão discutidos os recentes episódios que atingiram instituições como a própria UFMG e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e seus dirigentes.

Aberto ao público, com inscrições no local, o evento terá início às 18h30, no Auditório Nobre do Centro de Atividades Didáticas 1 (CAD 1), campus Pampulha. Está confirmada a presença da reitora da UFMG, Sandra Goulart Almeida, e do reitor na gestão 2014-2018, Jaime Ramírez.

A conferência livre faz parte da agenda de reuniões da Conferência Nacional Popular da Educação (Conape), que terá sua etapa nacional de 24 a 26 de maio, também em Belo Horizonte.

A professora Analise da Silva, da Faculdade de Educação da UFMG e membro do Fórum Nacional Popular de Educação (FNPE),

“o objetivo do encontro é promover o diálogo e estimular a participação de todas as entidades e pessoas interessadas, independentemente de virem ou não a ser delegadas, que podem e devem influenciar as deliberações das conferências em suas etapas nos municípios, regiões, estados e país”, explica Analise.

Ainda segundo a professora da FaE, a conferência deverá  gerar subsídios para o debate sobre temas como o fortalecimento do sistema de pesquisa e produção de conhecimento e inovação.

Outras informações estão disponíveis no site do Conape 2018.

*Com informações da Assessoria de Comunicação da Pró-reitoria de Extensão da UFMG