Carros elétricos já são uma realidade em países da Europa, mas você já imaginou carregar um trator com energia elétrica?

Pois os criativos pesquisadores da Universidade Federal de Lavras (UFLA) não só imaginaram, como estão trabalhando nisso.

Motivados pela necessidade de diminuir a emissão de gases do efeito estufa e usar fontes renováveis de energia, os cientistas do Departamento de Engenharia da UFLA começaram a analisar o uso de eletricidade em tratores agrícolas de baixa potência.

Os professores Carlos Eduardo da Silva Volpato e Jackson Antônio Barbosa, se uniram ao professor Vanderson Rabelo de Paula, do Instituto Federal do Sul de Minas Gerais (IFSul de Minas) e desenvolveram um protótipo virtual para estudo, que foi publicado no site da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC).

Clique aqui e leia o artigo completo, em inglês.

Imagem: Reprodução Abec Brasil

O modelo utilizado no protótipo é um trator agrícola de pequeno e médio porte, usado para transporte de mudas, fertilizantes e pequenas pulverizações.

“O objetivo é construir um protótipo e mostrar que o trator elétrico para uso de baixas potências é viável, principalmente em nossa região”, ressalta Volpato.

Os pesquisadores avaliaram potência, custo energético, eficiência energética e torque – a força com que o motor gira.

A simulação provou que o trator movido a energia elétrica trará benefícios para o meio ambiente, além de economia para o agricultor.

“O resultado foi satisfatório, pois em comparação com tratores de baixa potência que fazem uso de combustão interna, diesel, constatamos que o trator movido a energia elétrica teve autonomia de 8 horas trabalhadas por dia”, explica o professor Volpato.

Mas o trator vai ter bateria recarregável?

Sim! A bateria do protótipo virtual é de íons de lítio, carregada em média de 2 a 4 horas, na própria casa ou fazenda do produtor rural.

Energia eólica, solar e hídrica são exemplos de fontes renováveis transformadas em eletricidade que poderão ser utilizadas.

O modelo de trator estudado pelos pesquisadores não é híbrido – não há combinação de combustíveis – ou seja, o motor é todo elétrico!

“No Brasil, existem carros híbridos que utilizam bateria até certa velocidade e depois aciona o motor a combustão, para uso da gasolina. Nosso modelo permite apenas o uso da energia elétrica”, esclarecem os pesquisadores.

A próxima fase da pesquisa vai construir e testar o funcionamento do trator movido a energia elétrica.

Estamos de olho nesta novidade sustentável para o setor agrícola! 😉

Confira a reportagem da Universidade sobre o tema:

Com informações da Assessoria de Comunicação da UFLA.

Sobre o(a) autor(a)

Verônica Soares

Verônica Soares

Jornalista e curiosa! Gosto de ler e estudar sobre comunicação, história e ciências.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    OK No thanks