Startup lança app para transporte de crianças

Drive Me Safe trata-se de um aplicativo de mobilidade urbana para atender crianças e adolescentes em seus deslocamentos

Na correria do dia a dia, uma ação simples de levar os filhos para a escola pode tornar-se um problema para muitas famílias. Alguns pais não confiam em escolares ou em apps tradicionais de mobilidade urbana – os filhos podem ser muito pequenos para esse tipo de transporte – ou mesmo o valor alto acaba inviabilizando a condução.  Pensando em resolver essa dor, a mineira Joana Bretas, que até então trabalhava em uma empresa multinacional e não tinha tempo de fazer o transporte do filho, resolveu criar uma solução. Junto com outros quatro amigos, Vinicius Gondim, Renata Carvalho, Ilana Horta e João Prado, decidiram fundar o Drive Me Safe, um app para transporte de crianças e adolescentes.

Assim foi fundada a startup, que apesar de seguir a onda dos aplicativos de mobilidade urbana, tem  as suas especificidades. O modelo é totalmente diferente dos aplicativos que existem no mercado. As motoristas, também chamadas carinhosamente de “mãetoristas” passam por um processo seletivo que envolve entrevista presencial com psicólogos, treinamento e teste de stress aplicado e avaliado pela psicóloga parceira, o que garante um serviço de alta confiabilidade para as famílias. Tanto que a startup prega que uma mãe terá mais zelo para levar um filho mesmo não sendo o dela.

Bom para muita gente

No caso, a Drive  Me Safe tem dois grandes clientes, as famílias que não tem tempo de fazer o transporte dos filhos para suas atividades escolares, extra escolares e sociais e as mães que querem trabalhar de forma autônoma e segura para ter tempo de cuidar de outras tarefas ou que optaram por passar mais tempo com os filhos. “Hoje são 90 mãetoristas aprovadas e aptas a estarem no aplicativo”, afirma Joana Bretas, Co-founder do Drive Me Safe. Segundo ela, cultura de mobilidade compartilhada é um caminho sem volta e realmente faltava um serviço que transmitisse confiança e tranquilidade para os pais.

O app para transporte de crianças pode ser baixado de forma gratuita tanto na Apple Store quanto Google Play e o serviço está em funcionamento em Belo Horizonte e na Zona Sul de São Paulo. “Em apenas um mês de operação já fizemos mais de 500 corridas e tivemos mais de 800 apps baixados das lojas” orgulha-se Joana. Ela lembra que além da escola, o aplicativo pode também ser útil para ajudar na locomoção das atividades extra curriculares e extra escola das crianças e adolescentes  como esportes, médicos e terapeutas por exemplo. Para  as mulheres que pretendem dirigir, um pré-cadastro com envio de documentos deve ser realizado através do site e as pré-selecionadas são chamadas para as próximas fases da seleção.

Conteúdo Relacionado