Com a palavra, Sr. Especialista

credibilidade_blogs

Atualmente, encontram-se disponíveis aos sujeitos diversas fontes de informação que, muitas vezes, têm tornado o ato de se informar um verdadeiro suplício.

Dentre as fontes contemporâneas, destacam-se os blogs, especialmente, os blogs de especialistas. Seja no campo da política, arte, moda, tecnologia, saúde, entre tantos outros,  o que esses blogs trazem em comum é o fato de seu autor se colocar num movimento de partilha de saberes, agregando valor à informação que transmite, tendo em vista seu conhecimento sobre determinado assunto.

No entanto, para que isso aconteça uma importante variável deve estar em ação: a credibilidade. Credibilidade é um construto teórico complexo, que se relaciona a conceitos como autoridade, confiança e exatidão. Nesse contexto, destacam-se os estudos que buscam compreender como os leitores aferem credibilidade a conteúdos, blogs e blogueiros, porém, pouco vem sendo trabalhado a respeito de como os blogueiros indicam aos seus leitores que o conteúdo veiculado tem credibilidade.

Na 8a Conferência Internacional de Weblogs e Redes Sociais (International Conference on Weblogs and Social Media – ICWSM), evento multidisciplinar que congrega membros das ciências exatas, humanas e sociais, foi apresentado um artigo que busca discutir justamente esse aspecto.

O estudo Audience-Aware Credibility: From Understanding Audience to Establishing Credible Blogs, de Soo Young Rieh, Grace YoungJoo Jeon, Ji Yeon Yang, and Clifford Lampe, analisou como os blogueiros definem e buscam melhorar sua credibilidade junto aos leitores, a partir de uma serie de práticas de “blogging”. Apesar da variedade percepções e modos de agir, os pesquisadores encontraram certas regularidades que permitiram agrupar os resultados em 4 tipos de comportamento/práticas:

  • Construtores de Comunidades (Community Builders) – para esse grupo o importante está em oferecer à audiência abertura para promover o engajamento e a participação;
  • Provedores de Expertise (Expertise Providers) – para esse outro grupo o importante está em oferecer informações profundas e detalhadas sobre determinados assuntos. O blog se torna, então, um lugar para educar e informar o público;
  • Sintetizadores de Tópicos (Topic Synthesizers ) – esse grupo percebe sua audiência de maneira mais ampla, como conceitos demográficos e geográficos e, nesse caso, o valor do blog está em trazer pontos de vista equilibrados, buscando analisar e sintetizar múltiplos pontos de vista;
  • Selecionadores de Informação (Information Filterers)  – percebem que o valor de seu trabalho está em filtrar, compilar e organizar conteúdos coletados em fontes variadas.

Ao buscar entender como se dão as práticas de reconhecimento de credibilidade pela audiência, os pesquisadores acreditam que poderão auxiliar na compreensão da relação entre produtores e consumidores de informação, bem como mostrar a complexidade do conceito de credibilidade.

Gostou do tema? Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

Conteúdo Relacionado