Conheça a ciência por meio de desenhos!

Conversamos com a pesquisadora Gabriela Reznik para saber: como os desenhos podem nos aproximar da ciência
Imagem ilustrativa. Foto: Pixabay

A ciência está por todos os lados: cozinha, banheiro, céu, terra até na gente, e nem sempre é fácil compreender o que ela quer dizer. Mas se eu te dissesse que é possível torná-la mais fácil de entender, por meio dos desenhos?

Segundo a pesquisadora do Instituto Nacional de Comunicação Pública da Ciência e da Tecnologia, Gabriela Reznik, existem alguns conceitos de ciência que são difíceis de entender. “Por exemplo, como funciona as células? Como se conta o tempo? Esses são conceitos difíceis e a animação ajuda a mostrar isso de forma mais fácil”, conta.

Os desenhos também nos ajudam a entender os processos da ciência. O que é muito importante, já que ela não se dá da noite para o dia, mas passa por várias fases. Além de conseguir contar as histórias dos cientistas e, claro, despertar a nossa curiosidade sobre o mundo.

O SENTIMENTO QUE VEM DA CIÊNCIA

Mas como isso acontece? Segundo Gabriela, mais do ensinar ou aprender ciência, os desenhos acabam provocando sentimentos, além de dar aquela forcinha para o nosso imaginário científico.

Esses sentimentos, que vão além do conhecimento científico, é justamente aquilo que nos aproxima da ciência. Uma vez que, a partir deles, podemos nos reconhecer naqueles personagens.

“Não é só uma questão de ser didático ou educativo, porque criamos um imaginário sobre a ciência a partir dos sentimentos que o desenho causa”, conta Reznik.

Isso pode ser tanto para o bem, quanto para o mal. “Quando vemos nos desenhos a figura do cientista homem branco, mal, louco e que trabalha sozinho, essa imagem ajuda a imaginarmos uma ciência muito longe da gente”, explica. O que não é!

Então, é muito importante quando os desenhos mostram outras formas de fazer ciência, como mulheres e meninas cientistas. Por exemplo, o ‘Show da Luna’ que traz uma menina curiosa, que não precisa usar jaleco branco ou estar em um laboratório para fazer ciência.  

“É um desenho brasileiro, bem bacana, feito por uma mulher, a Célia Catunda. Ela também fez a série ‘De onde vem‘, que aborda a origem das coisas, assim como o ‘Peixonautas’”, destaca a pesquisadora.

APRENDENDO CIÊNCIA COM DESENHO

Agora que você está por dentro do assunto, que tal ver um desenho? Confira as indicações da Gabriela.

Universidade das crianças

Um cientista, uma história

Ciência em gotas

Nina perguntadeira

Dinotrem

DICA BÔNUS PARA AS MAMÃES  

Laboratório da Emily

Emily é uma cientista, mulher e está grávida

Sobre o(a) autor(a)

Tuany Alves

Tuany Alves

Jornalista, com pós-graduação em Jornalismo em Ambientes Digitais, apaixonada por descobrir coisas novas. Entre seus campos de pesquisa estão gênero e ciência.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    OK No thanks