Cientista cria tecnologia para reciclar vidros de para-brisas

Esse material vira um problema para o meio ambiente, pois são mais de 5 mil toneladas mensais de sucata

Você já pensou sobre o destino que é dado para carros velhos, batidos e danificados? Algumas peças são aproveitadas em outros veículos, mas ainda assim boa parte é descartada como, por exemplo, os vidros dos para-brisas. Esse material vira um problema para o meio ambiente, pois são mais de 5 mil  toneladas mensais de sucata, sendo que apenas 8% desse volume é reciclado atualmente no Brasil, segundo o Instituto Autoglass, especializado em educação socioambiental e na reciclagem de materiais próprios do segmento de vidro automotivo.

Pensando nisso, o cientista Rogério Antônio Xavier, professor do Departamento de Engenharia Mecânica Gameleira do CEFET-MG, está desenvolvendo uma tecnologia de reciclagem do vidro para disponibilizar esse material a indústrias. Ou seja, para-brisas que não servem mais para carros vão ganhar destinação ao invés de virar entulho. Não é uma boa ideia?

Foto: Kenan Reed/ Unsplash

A reciclagem é feita logo após o veículo ser descartado e desmontado. Segundo o pesquisador, o vidro é um material 100% reciclável, consumido em larga escala no Brasil e no mundo.

A utilização de resíduos de vidro reduz impacto ambiental, porque dá destinação correta ao resíduo, além de evitar, na fabricação de novos vidros, a exploração de recursos naturais cada vez mais escassos. Mas, como assim? Vidro é feito com recursos naturais? Sim. As matérias-primas do vidro são areia, calcário, barrilha, cálcio, entre outros.

O CEFET-MG tem um centro de reciclagem automotiva que reúne e recicla todas as peças de carros. A instituição recebe, de empresas e unidades de desmonte, os veículos no fim da vida útil. É daí que o professor Rogério Xavier vai coletar para-brisas para seu projeto de reciclagem.

Com informações da assessoria de Comunicação do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG)

Sobre o(a) autor(a)

Avatar

Minas Faz Ciência

Projeto de Divulgação Científica da FAPEMIG. #CiênciaFeitaEmMinas e explicada para crianças e adolescentes!
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    OK No thanks