Professora de química cria tabela periódica em Libras

O material é digital e interativo, o primeiro a ser desenvolvido no país

Uma professora de química do Instituto Federal de Minas Gerais (IFMG) aproveitou o período de quarentena, por conta da pandemia do coronavírus, para colocar em prática um projeto de educação inclusiva. Alda Ernestina dos Santos desenvolveu uma tabela periódica na Língua Brasileira de Sinais, a Libras, em formato digital e interativo. O material é o primeiro a ser desenvolvido no país e servirá como ferramenta de ensino para estudantes com deficiência auditiva.

A concepção da tabela interativa começou logo depois que a professora Alda fez um curso de introdução a Libras. Interessada pela temática, decidiu colocar em prática os conhecimentos do curso. “Comecei a pesquisar para encontrar iniciativas nesse sentido. Resolvi criar a representação dos elementos químicos em Libras. O trabalhou começou em meados de abril e finalizou em julho. Foram três meses de dedicação exclusiva”, relata a professora que desenvolveu, além da tabela, todo o layout para disponibilização do material online.

Acesso a tabela periódica em Libras

Disponibilizada gratuitamente em formato PDF, a tabela pode ser baixada no portal do IFMG ou no site tabelaperiodica.org, onde já foram registrados milhares de downloads do material, disponível desde 27 de julho. Ao baixar o arquivo e abri-lo, basta clicar em um dos 118 elementos químicos no menu principal para ter acesso à representação em Libras e demais informações sobre o elemento. Ainda está em construção o site oficial da tabela interativa e um aplicativo para celular, que será o próximo passo do projeto.

“Tenho recebido feedbacks positivos. O alcance foi muito além das minhas expectativas. Não tenho alunos com deficiência auditiva, mas criei a tabela no sentido de auxiliar outros professores. No primeiro momento, pensei que ficaria restrito a professores que conheço, mas para minha surpresa, a tabela se espalhou”, conta Alda dos Santos. Ela disse que recebe muitos e-mails e contatos via redes sociais de pais e professores agradecendo pela criação do material didático.

Representação de símbolos

Segundo a professora, na tabela periódica inclusiva são apresentadas informações importantes como número atômico, massa atômica, distribuição eletrônica, estado físico nas condições normais de temperatura e pressão e o grupo a que pertence

Alda dos Santos esclarece que existem sinais específicos em Libras para representação de alguns termos da química, mas os elementos químicos são representados basicamente por seus símbolos, que incluem de um a três letras do alfabeto.

O trabalho da professora, que contou com o auxílio de duas servidoras do IFMG, a intérprete de Libras Layse Moura e a professora Vássia Soares, que participaram da revisão dos sinais e do conteúdo técnico, consistiu justamente em representar os símbolos dos elementos dentro da Libras. “Não existia associação entre tabela periódica e as Libras”, explica Alda dos Santos.

Sobre o(a) autor(a)

Luana Cruz

Luana Cruz

Jornalista, professora e pesquisadora. É mãe dos gêmeos Martin e Heitor.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    Ok No thanks