Cuidado com a sua audição!

Saiba como se proteger dos anos ao ouvido pelo uso prolongado de fones de ouvido.

Nos últimos meses, estamos isolados fisicamente, mas conectados por meio de aparelhos o tempo todo, não é mesmo? Quanto tempo você passa com o fone nos ouvidos, assistindo aulas, conversando com amigos e parentes ou mesmo assistindo suas séries favoritas e jogando por longos períodos.

Pois saiba que os profissionais da saúde responsáveis por cuidar da audição (fonoaudiólogos especializados em audiologia) estão preocupados com os efeitos destes excessos e querem conversar com você sobre os prejuízos que estes hábitos podem trazer e a necessidade de se prevenir desde já.

Sabia, por exemplo, que as pessoas estão ficando com problemas de audição cada vez mais cedo?

Segundo a fonoaudióloga Luciana Macedo, professora da Universidade Federal de Minas Gerais, os jovens utilizam equipamentos de som com volume muito alto e já é possível notar que a audição em adolescentes não é tão normal como antigamente. Se continuarem a utilizar som alto, as perdas serão permanentes e será preciso utilizar aparelho auditivo antes dos 60 anos.

Um grupo de estudos da UFMG percebeu que os jovens universitários já apresentam muitos sintomas de perda auditiva como, por exemplo, zumbidos e dificuldade de compreender outras pessoas em ambientes com ruídos. A maior parte destes jovens utilizam fones de ouvido.

 “Ter jovem já com dificuldades auditivas é um mal sinal, alerta a professora Luciana. “Significa que a chance de progressão dessa perda numa idade mais precoce é muito grande e o fato muito importante é que a perda auditiva não tem um tratamento medicamentoso, não existe um remédio para recuperação das células prejudicadas pela exposição ao ruído. Então, o tratamento da perda auditiva se dá com o uso de aparelhos auditivos.

Claro que você não vai querer usar aparelho auditivo antes de ficar bem velhinho, né?

Então, preste muito atenção às dicas preparadas pelo grupo de reabilitação auditiva e orientações da UFMG.

Sobre o(a) autor(a)

Avatar

Lorena Tarcia

Jornalista e professora apaixonada por ciências!
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    Ok No thanks