Google lança tradutor de hieróglifos

Aplicativo permite tradução de emojis e expressões atuais para linguagem do Egito Antigo

Há um tempão, as pessoas que habitavam o Egito Antigo usavam caracteres muito diferentes daqueles que conhecemos hoje para se comunicarem. Eles eram chamados de hieróglifos, e apenas pessoas com um certo tipo de poder faziam uso de tal forma de escrita.

O hierógrafo é, portanto uma das formas mais antigas de escrita. Hoje, ele é estudado por antropólogos, historiadores e outros pesquisadores. Traduzir os hieróglifos é uma forma de saber mais sobre a história daquele local.

Conheça o Fabricius

Por isso, o Google lançou, recentemente, um tradutor de hieróglifos que usa aprendizado de máquina (machine learning) para decodificar os caracteres egípcios antigos.

A ferramenta, batizada de Fabricius, faz parte do aplicativo de Arte e Cultura da empresa. Por meio dela é possível traduzir, também, palavras atuais e emojis em hieróglifos compartilháveis.

O aplicativo permite, ainda, que as pessoas adicione fotos de hieróglifos reais para que as imagens sejam otimizadas e, consequentemente, analisadas de formas mais precisas.

E vamos de tradução!

Utilizamos a ferramenta do Google para traduzir algumas informações para hieróglifos. Vamos ver como ficou?

“Oi”

“Feliz aniversário”

“Obrigado”

“Boa sorte”

Com informações da BBC e Fabricius.

Sobre o(a) autor(a)

Mariana Alencar

Mariana Alencar

Jornalista graduada pela UFMG (2015) e mestre em Textualidades Midiáticas na mesma universidade. Graduada também em Geografia (2011) pela UFMG. Atualmente, integra a equipe do PCCT desenvolvendo reportagens para a revista Minas Faz Ciência e Minas Faz Ciência Infantil.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications.    Ok No thanks