O sabor docinho dos biscoitos, iogurtes, bolos e achocolatados é muito gostoso. Mas, é hora de encarar de vez a batalha para redução do nível de açúcar desses alimentos para que se tornem mais saudáveis. Afinal de contas, saúde em primeiro lugar!

O Ministério da Saúde assinou, no fim de 2018, um acordo com a indústria de alimentos para reduzir o consumo de 144 mil toneladas de açúcar até 2022. Isso representa, por exemplo, uma redução de até 62,4% do açúcar presente hoje em biscoitos.

A meta é baseada em recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS): o consumo de açúcar não deve passar de 50 gramas por dia, o equivalente a cerca de 12 colheres de chá de açúcar. Se possível, esse consumo deverá ser reduzido para 25 gramas, aproximadamente, 6 colheres de chá.

Foto: Viktor Forgacs/ Unsplash

Alerta: a gente come muito açúcar!

De acordo com o Ministério da Saúde, os brasileiros consomem, em média, 80 gramas de açúcar por dia, o que equivale a 18 colheres de chá.

A maior parte, 64% desse consumo, é de açúcar adicionado ao alimento: aquelas colheradas que a gente coloca no suco, leite, chá. Os outros 36% tratam-se do açúcar presente nos alimentos industrializados, os que já chegam em casa prontinhos para comer ou beber.

É muito importante conhecer melhor os alimentos. Clique aqui e aprenda mais sobre alimentos in natura, processados e ultraprocessados. Se tem muito interesse em assuntos sobre comida, tem mais um monte de coisas legais nesta reportagem: Tá na mesa, pessoal!

Você já deve saber que uma alimentação gera obesidade e risco de doenças. Mostramos, recentemente, que cientistas da Universidade Federal de São João del Rei (UFSJ) montaram uma força-tarefa contra obesidade em crianças e adolescentes. Eles orientam famílias sobre alimentação e prática de exercícios físicos para ajudar a criançada a perder peso.

Redução

O acordo foi firmado com a indústria brasileira que se compromete a reduzir o açúcar em cinco categorias de alimentos:

1 – bebidas açucaradas (refrigerantes, sucos de caixinha e outros): redução de até 33,8%;

2 – biscoitos: redução de até 62,4%.

3 – bolos: redução de até 32,4%/ mistura para bolos: redução de até 46,1%;

4 – achocolatados: redução de até 10,5%;

5 – produtos lácteos (iogurtes, sorvetes e outros): redução de até 53,9%.

As metas serão monitoradas a cada dois anos pelo Ministério da Saúde. Desde 2007, vários acordos com a indústria são firmados para tornar os alimentos mais saudáveis. Primeiro, foi combinada a redução de gordura trans, depois, do sal.

E você, fica atento ao seu consumo diário de açúcar?

Com informações da EBC

Sobre o(a) autor(a)

Luana Cruz

Luana Cruz

Jornalista, professora e pesquisadora. É mãe dos gêmeos Martin e Heitor.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    OK No thanks