Ilustração dos baobás em "O Pequeno Príncipe". Reprodução: Editora Paulus
Ilustração dos baobás em “O Pequeno Príncipe”. Reprodução: Editora Paulus

Se você já leu o livro “O Pequeno Príncipe“, certamente vai se lembrar dos baobás.

Essas árvores gigantes são típicas das regiões tropicais áridas e semi-áridas.

Os baobás são as maiores e mais longevas árvores do mundo.

O nome genérico é uma homenagem a Michel Adanson (1727-1806), o naturalista e explorador francês que descreveu a espécie africana: Adansonia digitata.

O baobá é a árvore nacional de Madagáscar e o emblema nacional do Senegal.

Os baobás estão morrendo?

Há uma triste notícia envolvendo os baobás: essas árvores majestosas estão morrendo, e os cientistas não sabem bem o motivo.

A informação sobre as mortes dos baobás se deu após uma pesquisa, realizada entre 2005 e 2017, por pesquisadores da Romênia, da África do Sul e dos Estados Unidos.

Esses cientistas fizeram um extenso levantamento dos maiores baobás conhecidos, que chegam a ter 500 metros cúbicos de madeira. Os mais antigos, podem ter mais de 2 mil anos de idade. No total, foram estudados 60 baobás.

Se o objetivo inicial do estudo era examinar por que as árvores têm vida tão longa, os pesquisadores se surpreenderam com a descoberta de que muitas das árvores mais antigas e maiores morreram na última década.

De acordo com nota publicada pela Pesquisa Fapesp, 9 dos 13 baobás mais velhos caíram mortos durante o período do estudo – um deles, conhecido como Panke, uma árvore sagrada no Zimbábue, tinha 2.450 anos de idade. Cinco das seis mais volumosas também morreram.

Pesquisas anteriores já haviam demonstrado um declínio no número de baobás maduros e uma falta de árvores jovens na região.

Os cientistas não encontraram sinais de epidemia ou doença. Uma explicação possível seria a mudança climática no sul da África, mas os pesquisadores enfatizam que mais pesquisas são necessárias para confirmar essa ideia.

 O baobá africano é uma das espécies de árvores mais reconhecidas do continente. Foto: Hougaard Malan/naturepl.com / Reprodução Nature

O baobá africano é uma das espécies de árvores mais reconhecidas do continente. Foto: Hougaard Malan/naturepl.com / Reprodução Nature
Via.

Sobre o(a) autor(a)

Verônica Soares

Verônica Soares

Jornalista e curiosa! Gosto de ler e estudar sobre comunicação, história e ciências.
frame3

Conteúdo Relacionado

Enable Notifications    OK No thanks