Encontrar uma toca aconchegante e dormir até a primavera voltar. Tentador, não é? Mas, peraí! Será que é isso mesmo que fazem os bichinhos em momento de recolhimento?

Vejamos!

1. Eles não estão dormindo!

Hibernar é diferente de dormir.

Quando o tempo está frio e os alimentos são escassos, animais como ouriços, ursos e morcegos ficam inativos para economizar energia . Durante a hibernação, os batimentos cardíacos e a respiração diminuem , e a temperatura do corpo diminui .

2. De barriga cheia!

Ao se prepararem para uma longa hibernação, na qual não comem nem bebem , os animais enchem a pança! Alguns comem tanto que chegam a dobrar seu tamanho normal. Em compensação, durante a hibernação, podem perder até metade do peso corporal.

3. Caminha confortável!

Caracóis hibernam no inverno

Animais hibernam de maneiras diferentes –  caracóis prendem a uma superfície, se cobrem com a gosma e esperam o inverno; já os porcosespinhos ,  gostam de construir ninhos de grama, folhas e palha.

4. Esquilos não hibernam, mas estocam comida (às vezes em locais bem estranhos!)

Veja onde este instalou sua despensa!

Esquilos não hibernam porque não conseguem acumular gordura corporal suficiente . Durante o verão, eles escondem alimentos em diferentes locais. Depois, no inverno, dormem até 20 horas por dia , saindo no início da manhã ou no final da tarde para fazer um lanche em suas “despensa”.

5. Estivação. Já ouviu falar?

Crocodilos suspendem temporariamente suas atiνidades.

Em climas quentes e secos, criaturas como o ouriço africano e os crocodilos ‘estivam’ . É quando eles encontram um local fresco e seguro e ficam inativos . A estivação geralmente dura um período mais curto que a hibernação.

6. E brumação? Conhece?

Em épocas frias, répteis diminuem o metabolismo para poupar energia.

Répteis como cobras e lagartos geralmente encontram uma toca não utilizada e se instalam, porque possuem sangue frio (a temperatura corporal é controlada pelo ambiente). Isso é chamado brumação. 

7. Sapo congelado?

Espécies de sapo chegam quase congelar no inverno.

Na América do Norte, uma espécie de sapo (wood frog) pode sobreviver ao congelamento e degelo algumas vezes por temporada, graças a uma substância natural única no sangue .

8. No calor também!

Momento raro em que uma echidna sai da hibernação.

Echidnas, espécie de ouriço australiano, hibernam em tocas subterrâneas ou troncos escavados durante incêndios no mato no interior australiano quente e seco. Eles ficam cuidadosamente escondidos até que seja seguro emergir para encontrar comida.

9. E nós? Por que não hibernamos no inverno?

Humanos não hibernam, infelizmente.

Apesar de podermos imaginar como seria agradável nos aconchegarmos sob um cobertor quente e dormir durante os meses frios do inverno, infelizmente, os humanos não podem hibernar. Os cientistas acham que isso é por causa do nosso tamanho. Exceto pelos ursos , são principalmente pequenos animais que hibernam.

10. Recorde de hibernação!

Dormir é com ele mesmo!

Dormice ou dormouse são os recordistas em períodos de hibernação: até 11 meses ! De fato, o nome dormouse vem da palavra francesa que significa ‘dormir’ .

E você? Se identificou com qual deles neste período de isolamento social?

Quer saber como se alimentar bem neste período? Leia nossa entrevista com uma nutricionista para se informar e ficar bem 🙂