Na última edição da revista Minas Faz Ciência Infantil você pode conferir o que acontece em uma noite no museu. Mas você já pensou em conhecer de pertinho os bastidores do aquário do Zoológico

Essa é a ideia do projeto ‘Uma noite no Aquário’ desenvolvido pela Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica (FPMZ). A visita noturna, que acontecerá no dia 29 de janeiro, busca oferecer as crianças e adultos mais uma opção de lazer em Belo Horizonte/MG, além de apresentar ao público os hábitos noturnos de alguns peixes.

Você deve estar se perguntando: mas o que eu vou ver lá? Peixe não dorme? A resposta é: um aquário temático da ‘Bacia do Rio São Francisco’.

De acordo com o biólogo e gerente do Jardim Zoológico, Humberto Mello, o local – que procura retratar ambientes naturais de grande importância para a vida do Rio – é formado por 22 tanques e abriga diversas espécies típicas. “Algumas delas, inclusive, ameaçadas de extinção”, destaca.

Imagem de um peixe surubim na visita noturna. Foto: Daniel Alves

O gerente conta que a equipe do Zoológico e a equipe de Educação Ambiental, em parceria com o Laboratório de Ecologia de Peixes da UFMG, apresentarão durante a visita uma série de atividades que buscarão transmitir conhecimento sobre os peixes dos riachos, curiosidades e as ameaças que eles sofrem.

Além disso, na visita aos bastidores – chamada de ‘O outro Lado do Aquário’ – os visitantes passarão a conhecer todas as ações que envolvem os cuidados na manutenção dos peixes e a pesquisa associada. Assim como as lendas do Rio São Francisco, que estão representadas em painéis artesanais e nas atividades da oficina de colorir.

“As pessoas se surpreenderão com todo o trabalho desenvolvido nos cuidados com os animais e as curiosidades que envolvem o Rio e sua diversidade”, conta o biólogo.

COMO SURGIU A IDEIA

Mas de onde veio essa ideia de ir à noite para um aquário? Bem, de primeira a ideia era levar as pessoas, à noite, para o zoológico. E por isso a Prefeitura de Belo Horizonte criou o programa “Noturno nos Museus de Belo Horizonte”.

Esse programa oferece à população a oportunidade de acompanhar as atividades do zoológico que são realizadas fora do horário normal de visita.

No entanto, eles não pararam por aí. “Resolveu-se incluir o Aquário nesse circuito, justamente pela possibilidade de apresentar à população toda essa riqueza”, conta Humberto Mello. 

A ideia do projeto, segundo o coordenador, é mostrar as pessoas à importância da preservação dos rios e da manutenção da vida associada a ele. “Apresentar o Aquário como ferramenta para ações de conservação da fauna, especialmente aquela ameaça de extinção e na manutenção do bem-estar das espécies que estão sob seus cuidados”, pontua. 

Peixes do Aquário do Jardim Zoológico. Foto: Daniel Alves

COMO PARTICIPAR

A princípio basta que a pessoa tenha interesse em conhecimento para participar da atividade. Uma vez que não é necessário o agendamento prévio, bastando chegar e comprar o ingresso para aproveitar a visita.

Vale lembrar que a visita noturna tem acesso exclusivo pela avenida Antônio Francisco Lisboa, 450, Pampulha. Além disso, é preciso apresentar o cartão de vacinação comprovando imunização contra febre amarela (vacina tomada há pelo menos 10 dias), juntamente com documento original de identificação pessoal de todos os visitantes.

Mais informações podem ser vistas aqui.

SERVIÇO

Visita Noturna ao Aquário do Rio São Francisco

Data: 29/01/2020 (quarta-feira)

Horário: das 18h às 20h30 (permanência até 21h)

Local: entrada exclusivamente pela avenida Antônio Francisco Lisboa, 450, Pampulha.

** Confira a página da Fundação de Parques para saber os valores de ingresso (pedestres e veículos)