Pequenas e exóticas, essas são as frutas berries. Não está reconhecendo o nome? E se eu te dizer que esta é apenas mais uma forma de chamar as frutas vermelhas? Ficou mais fácil?

Morango, amora, framboesa, cereja, groselha, mirtilo – também conhecida com blueberry –, e, até mesmo, a nossa jabuticaba e o nosso açaí fazem parte desta superfamília de frutas que, além de deliciosas, são extremamente nutritivas.

Acontece que essas bolinhas de coloração vermelha, ou roxa, são grandes aliadas da saúde, uma vez que, oferecem um super combo de propriedades nutricionais e farmacêuticas.

Segundo o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), Emerson Gonçalves, as frutas vermelhas são ricas em antioxidantes. “Estas substâncias combatem a inflamação e protegem o sistema circulatório mantendo o bom funcionamento dos órgãos, além de ajudar tecidos, como a pele, a se regenerarem”, conta.

Para se ter uma ideia, o morango – queridinho entre os brasileiros – possui propriedades diuréticas, auxilia na cicatrização de feridas, além de ser rico em vitamina C. Essa super fruta ajuda, ainda, a fortalecer as paredes dos vasos sanguíneos.

As amoras pretas também são super frutinhas. Foto: Divulgação Epamig

Outra grande amiga da saúde é a cereja. Assim como o morango, ela é rica em antioxidantes, como as vitaminas A e C, e em minerais como potássio e cálcio. Ela também pode ajudar na saúde da pele, olhos, unhas e cabelos, por ser rica em betacarotenos.

Comer, comer para poder crescer

Mas será que só essas frutas são boas para a saúde? E será que devemos comer apenas elas?

A resposta é um grande não. O pesquisador Emerson Gonçalves explica que, de uma maneira geral, o consumo de frutas para crianças é muito bom para a saúde.

Acontece que as frutas, não apenas as berries, ajudam a garantir um carregamento de energia que protege as crianças de diversas doenças, como gripe e resfriado.

“Crianças que comem frutas, de uma maneira geral, são mais saudáveis”, destaca o pesquisador.

Plantando saúde

E aí? Gostou de conhecer um pouco mais sobre estas super frutinhas vermelhas?

Então, que tal aproveitar as férias para aprender a plantar os seus próprios morangos? Para isso, você irá precisar de:

Morangos ajudam a prevenir doenças, como o câncer. Foto Divulgação EPAMIG
  • Morangos orgânicos e maduros
  • Uma Peneira
  • Um copo descartável de 300 ml
  • Substrato próprio para germinação (terra para própria para o plantio)
  • Plástico filme
  • E claro, a ajuda de um adulto

Com os materiais em mãos é só seguir esse passo a passo.

Pegue o copo descartável e, com a ajuda de um adulto, faça um pequeno furo no fundo;

Encha o copo com a terra (substrato). Atenção, você pode usar outra terra, mas ela não pode ser adubada;

Em uma peneira, coloque alguns morangos e lave em água corrente até sair toda a polpa e ficar somente as sementes (aqueles pontinhos do morango);

Coloque as sementes na terra – não precisa secá-las. Ponha um pouquinho de terra por cima delas e molhe;

Agora é só esperar todo o excesso da água sair pelo buraquinho do copo;

Após o excesso de água sair, coloque um plástico filme sobre o copo para formar uma pequena estufa caseira;

Agora é só esperar e ir molhando um pouco a terra durante a semana.

Lembre-se de deixar o copinho em um lugar arejado e bem iluminado. Quando as mudas tiverem três folhas e raízes, você pode plantá-las em um vasinho.