Alguns pesquisadores estudaram os primeiros dentes das crianças, também conhecidos como dentes de leite, e descobriram que eles podem ajudar a curar lesões graves, ou seja ferimentos que dificilmente iriam se curar sozinhos, como a perda de um pedaço do osso. Isso porque eles trazem em seu interior as chamadas “células-tronco”, um tipo de célula que pode se transformar em quase todas as outras do seu corpo.

Onde encontramos células-tronco? O que fazem no organismo? Conversamos sobre isso com Erika Cristina Jorge, professora do Departamento de Morfologia, do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Ela é especialista no tema e nos ajudou a entender um pouco mais sobre o assunto.

O que são células-tronco?

A célula-tronco é uma célula que pode se transformar em (quase) todas as células.

Elas existem em grandes quantidades quando ainda não nascemos e todos os nossos tecidos e órgãos estão se formando. Depois que nascemos, alguns tecidos do nosso corpo mantêm algumas dessas células de reserva para usarmos quando precisar.

Onde podemos encontra-las?

As células-tronco embrionárias são encontradas nos embriões. É mais fácil extraí-las dos embriões que têm poucos dias de vida (até sete dias!).

Já as dos jovens e adultos estão presentes em alguns tecidos do corpo, como na gordura, no sangue, no músculo, na pele, na medula óssea e na polpa dos dentes!

Quando é feito a retirada das células-tronco encontradas nos dentes de leite?

dentista dente de leite

Imagem meramente ilustrativa. Foto: Pixabay

As células-tronco das polpas dos dentes de leite precisam ser retiradas antes do dentinho cair sozinho.

Quando o dente de leite da criança está mole, indicando que vai cair, ela precisa ir ao dentista para que seja removido com cuidado e imediatamente congelado a uma temperatura bem baixa (80°C negativos!).

Como essas células podem ser utilizadas?

Imagine alguém que caiu e quebrou o osso do braço. O normal é ir ao hospital, imobilizar o local com gesso e ficar meses esperando o osso novo nascer e colar novamente.

Nas terapias que usam essas células, o tecido doador é retirado da própria pessoa para ajudar a produzir um osso novo de forma bem mais rápida!

Estou falando de ossos porque é onde a terapia celular já está mais avançada. Conheço trabalhos que estão recuperando a córnea dos olhos que foram afetados por uma doença grave. Mas ainda são testes!

No caso das lesões, como as células-tronco ajudam? 

A célula-tronco dá origem a todas as células necessárias para um tecido novo surgir no local do ferimento. Com elas é possível formar um tecido funcional igual ao que tinha antes.

dente células-tronco

Imagem meramente ilustrativa. Foto: Pixabay

Por que elas são tão especiais?

Primeiro, porque é possível extrai-las de um dentinho que caiu e seria jogado no lixo! Além disso, você consegue guardar esse dente congelado por muitos anos e usar quando estiver adulto, caso precise regenerar um tecido que sofreu uma lesão muito grande.

Por fim, como o dente retirado será usado para produzir células-tronco para regenerar um tecido ou tratar uma lesão da própria pessoa, não existem chances de causar rejeição.

 

Gostou do tema? O assunto também será abordado na terceira edição do Nasa Science Days, por meio da atração “O Tesouro Escondido”. A experiência em realidade aumentada levará criança e adultos pelos avanços da medicina proporcionados pelo uso de células-tronco. O evento acontece entre os meses de março e abril em quatro cidades brasileiras (Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Jundiaí).