Bonito forte e veloz, o beija-flor, também conhecido como colibri, cuitelo, chupa-flor, pica-flor, chupa-mel, é um pássaro que tem muitas adaptações, em relação aos outros pássaros, o que permite que ele voe para trás e fiquei parado no ar, como um helicóptero.

Como possuem um bico fino e comprido e uma língua bifurcada, o chupa-mel se alimenta do néctar no interior das flores A musculatura do peito grande e forte, os ossos das asas curtos e medindo em média 10cm, faz com que ele consiga bater as asas cerca de 80 vezes por segundo. Embora a média de tamanho dele seja 10cm, existem espécies com 5cm e 22cm, mesmo sendo tão pequenos, podem comer uma quantidade de néctar cerca de duas vezes maior do que o peso do seu corpo, e algumas espécies comem, também, pequenos insetos.

Beija-flor voando, note que eles está parado no ar. Foto: hypescience

Beija-flor voando, perceba que eles está parado no ar. Foto: hypescience

Voando de flor em flor, ele contribui para a polinização, a fecundação, das plantas. Em cada visita que faz nas flores, ele procura o néctar, e encontra também o pólen. O pólen fica preso no bico e nas penas do pássaro e, então, quando ele visita outra planta, ele deixa nesse pólen fertilizando elas assim, a planta se reproduz gerando novas sementes.

ALIMENTANDO OS BEIJA-FLORES

Sabendo que são atraídos por recipientes com água e açúcar, muitas pessoas possuem os famosos bebedouros para beija-flor. Para fazer essa mistura deve-se tomar muito cuidado para não fazer mal ao pássaro.

A receita deve conter uma medida de açúcar para 3 ou 4 de água filtrada, e não deve usar mel. O mel pode causar doenças nos beija-flores. É importante lembrar de lavar bebedouro todo dia.

Água açucarada é recurso artificial para atrair beija-flores. Foto: Carlos Alberto Coutinho

Água açucarada é recurso artificial para atrair beija-flores. Foto: Carlos Alberto Coutinho

RECEITA

Com base nas informações encontradas no site Jardim Flores, abaixo você encontra a forma certa de fazer e cuidar do seu bebedouro para alimentar o beija-flor:

Proporção açúcar/água – para fazer 100 ml da mistura, teremos 80 ml de água e 20 ml de açúcar. O excesso de açúcar é desperdício, mas não chega a causar problema aos animais. O açúcar fornece energia, mas as aves continuam necessitando buscar insetos e pequenas aranhas para sua dieta em proteínas.

 Limpeza – A falta de higiene nos bebedouros faz mal e até mesmo pode matar os beija-flores. Os bebedouros devem ser muito bem limpos e a água açucarada trocada diariamente. Assim, se evita o crescimento de um fungo que se instala na garganta da ave e pode causar sua morte por sufocação.

 Como fazer a limpeza: retire o bebedouro sujo, lave com água corrente, escove onde haja depósito de sujeira e pontos pretos de fungo. Coloque de molho por 20 minutos em recipiente com água misturada com um pouco de água sanitária. Enxague bem e deixe secar.

 Como evitar as formigas – No caso de formigas visitarem o bebedouro, é só passar vaselina no gancho e arame que o penduram, para que elas não passem.

 Como evitar as abelhas – Quando abelhas começarem a visitar o bebedouro a proporção de açúcar pode ser diminuída. É que o beija-flor aceita água com menos açúcar, mas ela passa a ser desinteressante para as abelhas. As abelhas só aparecem em algumas épocas do ano, quando faltam flores no ambiente para sua alimentação. Após algumas semanas, as flores voltam à região, as abelhas não precisam mais do açúcar e desaparecem.

Fontes das informações: https://educacao.uol.com.br/disciplinas/ciencias/beija-flor-caracteristicas-alimentacao-e-reproducao.htm; http://www.jornaldopet.com/2014/05/a-importancia-do-beija-flor-na-natureza.html; http://www.dgabc.com.br/Noticia/529571/qual-e-a-importancia-do-beija-flor