Se ontem falamos sobre como nossa alimentação deve, preferencialmente, ser formada por alimentos in natura ou minimamente processados, hoje é dia de aprender sobre como podemos ampliar a produção desses alimentos nas cidades.

Você já ouviu falar de agricultura urbana?

Podemos definir a agricultura urbana como uma prática de plantio de alimentos realizada, geralmente, em pequenas áreas da cidade.

Essa atividade se destina, principalmente, para utilização e consumo próprios, ou para a venda em pequena escala, em mercados locais.

A agricultura urbana pode ser realizada em quintais, terraços ou pátios. Existem também as hortas urbanas, feitas em espaços comunitários ou espaços públicos não-urbanizados.

Você e sua família podem começar uma horta urbana com seus vizinhos, por exemplo, e trocar ou compartilhar alimentos cultivados coletivamente.

Esquema para construção de um telhado verde. Foto: Julio Avanzo e outros - Casa Jaya. Via Wikimedia Commons

Esquema para construção de um telhado verde. Foto: Julio Avanzo e outros – Casa Jaya. Via Wikimedia Commons

Benefícios do movimento:

  • Ocupação do espaço das cidades, que contribui para a saúde e para a qualidade de vida da população;
  • Estratégia para a redução de perdas e desperdício de alimentos;
  • Famílias se alimentam melhor e convivem mais em comunidade, ajudando uns aos outros;
  • Ampliar a consciência sobre o valor dos alimentos, seu tempo de plantio e colheita;
  • Responsabilidade com as futuras gerações e engaja a comunidade na conservação ambiental;
  • A agricultura urbana controla a temperatura e a umidade do ar, deixando o clima mais agrdável;
  • Filtragem da poluição do ar e, de quebra, torna os espaços públicos da cidade mais verdes e atrativos;
  • Valoriza o entorno, reduz o stress e ainda promove bem-estar psicológico!
Horta do Ciclista, em São Paulo. Foto de Luiz Campos via Wikimedia Commons

Horta do Ciclista, em São Paulo. Foto de Luiz Campos via Wikimedia Commons

Sem desperdício

Nessa onda de valorização da agricultura urbana, uma iniciativa bem legal é o projeto Sem Desperdício, lançado pelo WWF-Brasil, pela Embrapa e pela Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO).

A proposta é gerar um impacto positivo na mudança de hábitos de consumo alimentar dos brasileiros. Confira o vídeo:

 

Clique aqui para fazer o download da cartilha com todas as informações sobre como apoiar e desenvolver a agricultura urbana.

Leia mais sobre o tema na Wiki de Agricultura Urbana.