Para a Astronomia, ciência que estuda os corpos celestes, as estrelas não têm esse formato de cinco pontas que costumamos desenhar com a cor amarela.  

Mas elas não deixam de ser fascinantes por isso!

Estrelas podem ser descritas como grandes bolas de gás! Elas emitem calor e luz e nascem em nebulosas, que são nuvens encontradas no espaço, feitas de gases e poeira, como a da foto abaixo:

Vista parcial da Nebuosa Carina. Fonte: NASA, ESA, e Hubble SM4 ERO.

Vista parcial da Nebuosa Carina. Fonte: NASA, ESA, e Hubble SM4 ERO.

Um termômetro mostrando que as estrelas azuis são as mais quentes, as estrelas vermelhas são as mais legais e as estrelas brancas, amarelas e laranjas estão entre elas. Crédito de imagem: NASA

Crédito de imagem: NASA

As cores das estrelas

A cor de uma estrela nos dá informações sobre sua temperatura, se ela é mais quente ou mais fria.

As estrelas azuladas são as mais quentes! As estrelas avermelhadas são as mais frias, mas ainda estão muito quentes para chegarmos perto delas! 

O termômetro ao lado mostra que as estrelas azuis são as mais quentes, as estrelas vermelhas são as mais frias e as estrelas brancas, amarelas e laranjas estão entre elas, com temperaturas intermediárias.

A estrela mais próxima da Terra é o Sol, que é uma estrela amarela.   Isso faz com que ele seja uma das estrelas mais frias do nosso entorno.

O sol parece muito grande para nós, mas é apenas uma estrela de tamanho médio. Ele parece muito grande porque está perto da Terra.

O sol é a fonte da maior parte da energia do planeta. Outras estrelas são visíveis da Terra durante a noite, quando não são ofuscadas pela luz do Sol ou bloqueadas por fenômenos atmosféricos.

Fotografia em falsa cor do Sol, uma estrela anã amarela, sendo a mais próxima do planeta Terra. Créditos: NASA

Fotografia em falsa cor do Sol, uma estrela anã amarela, sendo a mais próxima do planeta Terra. Créditos: NASA

Para saber mais sobre o céu e seus mistérios:

Via: NASA.