Vocês já viram um robô pulando e dando mortal de costas?

Esse vídeo foi publicado nos últimos dias pela empresa Boston Dynamics, uma das mais avançadas do mundo em produzir robôs humanoides – que têm aparência, atitudes e movimentos similares e inspirados nos humanos.

Eles também desenvolvem robôs com aparência de animais que parecem ter saído dos filmes de ficção científica, veja:

 

Mas muito antes desse tipo de robô ser criado, existiam os autômatos.

Você já ouviu falar deles?

Criador e criaturas: Vaucanson com seus autômatos

Criador e criaturas: Vaucanson com seus autômatos

Os autômatos de Jacques de Vaucanson

Pintura a óleo de Jacques de Vaucanson, feita pelo pintos francês Joseph Boze

Pintura a óleo de Jacques de Vaucanson, feita pelo pintos francês
Joseph Boze

Jacques de Vaucanson nasceu em 1709, em Grenoble, e morreu em 1782, em Paris.

Ficou mundialmente conhecido como um inventor de dispositivos robóticos autômatos de grande importância para a indústria moderna.

Autômatos são máquinas que se movem sem a ajuda de eletricidade e realizam ações que lembram humanos ou animais, como é o caso do cuco de um relógio de parede.

Educado no Colégio dos Jesuítas de Grenoble, Vaucanson desenvolveu um gosto por máquinas em uma idade precoce.

A partir de 1738, construiu autômatos como “O tocador de flautas”, “O tocador de pandeiros” e “O pato”.

O último foi especialmente notável, não só imitando os movimentos de um pato vivo, mas também os movimentos de beber, comer e “digerir”.

O pato de Vaucanson

O pato de Vaucanson

Para construir suas máquinas, Vaucanson inventou muitas máquinas-ferramentas de importância permanente.

No final de sua vida, ele colecionou as invenções próprias e outras em um espaço que se tornou, em 1794, o Museu de Artes e Ofícios de Paris.

O pato em movimento

O pato em movimento

Fontes: