Quem sofre com intestino preso deve se preocupar em ter uma alimentação equilibrada, rica em fibras e alimentos naturais.

Para pacientes oncológicos, esse quadro tende a se agravar e a atenção com os alimentos tem que ser redobrada.

Pode contar com a ciência nessa hora!

Tratamentos como a quimioterapia, terapia alvo, hormonioterapia, intervenções cirúrgicas e radioterapia, embora sejam importantes para o combate ao câncer, causam efeitos colaterais que dificultam o trânsito intestinal.

Pois não é que uma pesquisa da Universidade Federal de Lavras (UFLA) comprovou os benefícios da linhaça na constipação intestinal de pacientes com câncer?

A constipação intestinal é uma alteração no intestino que reduz para menos de três as evacuações intestinais por semana, provoca esforço excessivo para a excreção e reduz a qualidade de vida.

Gel de linhaça

O Departamento de Nutrição da UFLA desenvolveu uma receita simples de gel de linhaça que foi recomendada a pacientes do Hospital Bom Pastor, em Varginha, no sul de Minas Gerais.

Para fazer o gel, os pacientes deveriam colocar 30 gramas de semente de linhaça marrom de molho em meio copo de água por, pelo menos, oito horas.

No total, 25 pacientes em tratamento de vários estágios e tipos de câncer participaram da pesquisa e inseriram a linhaça na alimentação, com acompanhamento da equipe de nutricionistas do hospital.

A linhaça também poderia ser misturada em vitaminas, iogurtes, sucos e demais preparações pastosas ou líquidas.

Com a receita elaborada, quem alterou o cardápio reverteu o quadro grave de prisão de ventre em, no máximo, sete dias.

As avaliações ocorreram antes e depois da alteração na dieta, com questionários para identificar os sinais de que o intestino não vai bem.

Sinais de que o intestino não vai bem...

Distensão abdominal (sensação de inchaço);

Dor na evacuação;

Alteração na consistência das fezes;

Gases e sensação de reto cheio (vontade de ir ao banheiro mas, quando chega, não consegue evacuar ou tem sensação de evacuação incompleta).

De acordo com a coordenadora da pesquisa, a professora Isabela Coelho de Castro, antes do consumo do gel de linhaça, 25% dos homens e 61% das mulheres alegaram sofrer de muita constipação intestinal.

Depois da mudança da dieta, em sete dias, o trânsito intestinal de 97% dos homens e todas as mulheres voltou à normalidade.

Os resultados ainda apontaram que a sensação de inchaço foi eliminada para 32% dos participantes.

A sensação de evacuação incompleta melhorou em 28%, enquanto 40% dos participantes não desenvolveram mais dor ao defecar e as fezes voltaram ao normal. Pelo menos 28% relataram diminuição de formação de gases.

Vantagens da linhaça

Rica em fibras, a linhaça ajuda na aceleração do trânsito intestinal por conter fibras solúveis que são metabolizadas no cólon, promovendo aumento do bolo fecal e melhora do funcionamento do intestino.

Também contém fibras insolúveis que reduzem o tempo de trânsito do boloalimentar no intestino, aumentam a massa fecal e estimulam as terminações nervosas que auxiliam na evacuação.

A estudante Rafaela Maria Guimarães, que participou da pesquisa, indica que outro benefício das fibras encontradas na linhaça, especialmente as solúveis, é a capacidade de absorver água e formar um gel, tornando as fezes macias e volumosas.

Água, por sinal, é sempre uma boa pedida para quem tem intestino preso!

A professora Isabela Coelho de Castro esclarece o aumento do consumo de líquidos, como água e o gel, por si só também favorecem a regularização do intestino.

A sementes de linhaça ainda têm vitaminas E e do complexo B, ferro, zinco, potássio, magnésio, ômega 3, fósforo e cálcio, além de lignana, substância com propriedades anticancerígenas, especialmente de doenças na mama e cólon.