Pesquisadores da Faculdade de Farmácia da UFMG, junto a outras instituições, traçaram o cenário da Polifarmácia no Brasil. A prática se relaciona a pacientes que utilizam cinco ou mais medicamentos simultaneamente. O trabalho foi publicado no artigo Polifarmácia: uma realidade na atenção primária do Sistema Único de Saúde.

A pesquisa teve como objetivo verificar a utilização dos medicamentos na atenção primária na saúde. E como um recorte, os pesquisadores analisaram a prevalência e os fatores associados à prática. Foram entrevistados 8.803 usuários de unidades de atenção básica à saúde, em 272 municípios. O envelhecimento da população é apontado como um dos fatores que levam a esse tipo de consumo de remédios.

Ondas da Ciência: Polifarmácia

A pesquisadora Renata Macedo, do Programa de Pós-Graduação em Medicamentos e Assistência Farmacêutica da UFMG, fala sobre a prática e sobre os resultados da pesquisa no Ondas da Ciência.