A reunião de planejamento desta semana foi especialmente importante para definirmos a linha editorial do projeto Minas Faz Ciência Infantil.

Se você ainda não conhece, fica o convite para navegar pelo site e descobrir o universo das curiosidades científicas que intrigam e interessam aos pequenos.

Ciência para crianças

Nosso projeto de comunicação científica para crianças é pensado para um público que vai dos 7 aos 11 anos de idade. Reconhecemos a importância da participação e do engajamento de pais, familiares e educadores nessa mediação, principalmente para que o conteúdo possa chegar ao nosso público.

Mesmo em tempos de tablets e smartphones, nem todas as crianças têm acesso integral aos navegadores para acessar o site sozinhas. Se você convive com crianças nessa faixa etária, apresente o site para elas. Mas, mais que isso, nosso convite é para que envie (deixando um comentário nesse post ou em nossas redes sociais) aquelas perguntas bem divertidas que os pequenos fazem e que às vezes você não sabe como responder. Vamos assumir essa missão!

Por que os dinossauros morreram?

Como se formam as nuvens?

Meu cachorro entende o que eu falo?

A equipe Minas Faz Ciência está preparada para buscar as explicações científicas para essas e outras perguntas, e contamos com sua colaboração para educar as crianças para a ciência!

 

Histórico

A primeira experiência do Minas Faz Ciência Infantil foi em 2015, com a edição especial da revista para crianças:

Capa da Edição Especial Minas Faz Ciência para Crianças de 2015. Clique para baixar o PDF.

A proposta foi um sucesso! Teve lançamento no Palácio das Artes, em Belo Horizonte, distribuição em escolas públicas e ótima recepção entre pais e educadores.

A equipe passou, então, a investir na produção anual de uma edição voltada para esse público:

Edição Especial Minas Faz Ciência para Crianças – Ano 2 – Clique para baixar o PDF

No ano passado, a criação do site Minas Faz Ciência Infantil veio somar ao projeto o dinamismo da web. Tem alguma dúvida ou quer colaborar? Escreva pra gente!

Estamos abertos a críticas e sugestões! 😉