Em janeiro, o Ondas da Ciência entrevistou o novo presidente da FAPEMIG, professor Evaldo Ferreira Vilela, para quem 2015 será o ano da inovação. Já entramos em fevereiro, mas ainda estamos naquele período de planejamento do que esperamos para os meses que estão por vir. Logo, fica a pergunta:

O que você espera da ciência em 2015?

Segundo o Vilela, o grande salto a ser feito no Estado é a incorporação dos novos conhecimentos advindos da Ciência e da Tecnologia no processo de inovação. “Precisamos gerar uma nova indústria, novas empresas competitivas globalmente, e isso passa, necessariamente, pela geração e incorporação de novos conhecimentos”, destacou.

Desde 2007, a FAPEMIG recebe o repasse de 1% da renda líquida do Estado de Minas Gerais para investir em pesquisas e projetos relacionados a ciência, tecnologia e inovação, desenvolvidos em diversas instituições em todo o espaço. “Com esse recurso, a Fundação conseguiu consolidar um sistema de pesquisadores, instituições e empresários e, hoje, tem um papel importante de manter esse sistema funcionando, mas isso não basta”, defende o professor.

São muitos os desafios. Nessa primeira parte da entrevista concedida ao jornalista Pedro Ivo Martins, o tema abordado por Evaldo Vilela foi o alinhamento entre as universidades e o mercado, necessário para o fortalecimento do desenvolvimento científico.

Clique para ouvir:

Se você gostou desse podcast, clique no botão “Like” no player, também representado pelo símbolo do <3! Em breve publicaremos a segunda parte!