Pois é, a gente pode não ter uma conexão muito rápida e um preço ainda caro pra acessar, mas o marco civil da internet prevê liberdade, neutralidade e privacidade. Na quarta parte desta série, vamos comparar a legislação brasileira com a de outros países. Voltamos a ouvir o sociólogo e professor da Universidade Federal do ABC (UFABC), Sergio Amadeu, que também é membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Ouça aí:

 

Nesta quarta-feira, o marco civil foi aprovado no Senado e sancionado pela presidente Dilma Roussef. Em visita a São Paulo para participar do NETmundial, o criador da web, Tim Berners-Lee, elogiou a legislação brasileira e ressaltou que outros países deveriam ter o marco civil brasileiro como referência. Outros grandes defensores da internet livre, como o patriarca da web brasileira Demi Getschko, também também manifestaram apoio à nova legislação nacional.

Perdeu os outros podcastas da série sobre o marco civil da internet? Acesse aqui e ouça todos.