Museu da UFMG vai facilitar ensino do corpo humano

Professor será treinado para planejar aula usando o Espaço de acordo com realidade e necessidades específicas, inclusive sensoriais, de seus alunos

[soundcloud url=”http://api.soundcloud.com/tracks/107598051″ params=”” width=” 100%” height=”166″ iframe=”true” /]

Foi inaugurado neste sábado, 24 de agosto, no Museu de História Natural e Jardim Botânico (MHNJB) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), o Espaço Interativo Ciências da Vida (EICV).

Criação do Ciências da Vida nasceu de ideia dos professores Mario Neto Borges, presidente da FAPEMIG, e do professor José Israel Vargas, ex-ministro de Ciência e Tecnologia e professor emérito da UFMG
Criação do Ciências da Vida nasceu de ideia dos professores Mario Neto Borges, presidente da FAPEMIG, e do professor José Israel Vargas, ex-ministro de Ciência e Tecnologia e professor emérito da UFMG. Na foto, a sala “Reprodução”

Em sete salas o usuário pode fazer uma espécie de viagem pelos sistemas biológicos e biofísicos humanos: Corpo e movimento (ossos, estruturas, reações); Digestão e nutrição; Coração e circulação; Reprodução; Célula ao alcance da mão; Sentidos; Sentir, lembrar e agir (sistema nervoso).

A ideia é promover o ensino na área, permitindo a visualização dos ‘mistérios’ do corpo humano de forma lúdica e totalmente digital, com muita criatividade, diferentes estratégias e uma série de experimentos montados permanentemente para esse fim.

Dotado de modernos recursos tecnológicos, ele servirá de suporte para atividades de ensino, pesquisa e extensão. Os monitores, além de treinamento especial também dispõem de um aplicativo móvel para consulta e orientação aos usuários.

Conforme o coordenador de implantação do mais recente ambiente de divulgação científica da UFMG, professor Ferdinando Bernardino, da Escola de Belas Artes, ex-diretor do MHNJB, entre a idealização do espaço, em 2008, e a inauguração das instalações, mais de 100 pessoas estiveram diretamente ligadas ao projeto. O financiamento, de cerca de US$ 1,5 milhão, foi feito em partes iguais pela FAPEMIG –Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais, e pela Fundação Lampadia, instituição filantrópica com sede no Principado de Liechtenstein.

Parcerias com a Secretaria de Educação do Estado e outras vão garantir uma série de ações com o objetivo de viabilizar principalmente a capacitação de professores para o melhor uso do Espaço como “sala de aula”.

Neste Ondas da Ciência (#80), autoridades e usuários comemoram o feito e revelam suas expectativas a respeito.

 

Professor, saiba como participar:
Centro de Extensão do Museu cenex@mhnjb.ufmg.br e no site MHNJB.ufmg.br

 

Leia também:
O museu da existência – (29/9/2008)

* Post atualizado em 28 de agosto*

Trilha sonora: JoshWoodward-SSotS-NoVox-09-Coffee.mp3, POL-information-short_LENTA.mp3, Trombone_2.mp3.

Compartilhe nas redes sociais
0Shares

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *