Em sua última edição, a revista Minas Faz Ciência trouxe uma reportagem especial sobre a relação entre ciência e arte (a edição está disponível aqui). A proposta era mostrar como esses campos se cruzam, às vezes de formas inusitadas. Uma entrevista publicada no site da revista Ciência Hoje traz mais um exemplo desse intercâmbio: o químico João Paulo André, da Universidade do Minho (Portugal), fala sobre como, quando e por que alguns temas científicos foram cantados e interpretados em óperas. Confira aqui.